PORTAL UTP

Tuiuti recebe 1ª edição do CONAER

Nos dias 24 e 25 de outubro a Universidade Tuiuti recebeu o Congresso Aeromédico Brasileiro (CONAER). O evento contou com a participação de diversos profissionais e representantes do setor aeromédico, convidados para debater a atividade no Brasil. Estiveram presentes no evento, agentes de regulação aeronáutica, professores, alunos, médicos, enfermeiros, profissionais da saúde, socorristas, militares, bombeiros e policiais que atuam no resgate e transporte em operações de busca e salvamentos aéreos. O objetivo principal do congresso foi promover o networking entre os profissionais do setor, além de suprir a escassez de iniciativas semelhantes no Brasil.

            Segundo o Professor Paulo Segalla, Coordenador Regional do evento, o CONAER é o primeiro congresso nacional que aborda a área aeromédica: “Os profissionais não tinham um evento de nível nacional que pudesse reuni-los para compartilhar conhecimento. Estamos começando a construir uma história com a Universidade Tuiuti de sediar esse evento na América Latina. Todos os nossos participantes são profundamente indicados ao conhecimento científico na área, o que proporciona uma troca de experiências muito enriquecedora”, afirma o Professor.

A discussão de um assunto como o transporte de resgate no ambiente acadêmico é muito indicada, já que se torna possível agregar estudantes, trabalhos científicos e profissionais com grandes experiências a serem compartilhadas. Para Eduardo Beni, Coordenador Geral do evento, a participação da Universidade nas atividades do Congresso, é importante não somente para discutir a parte clínica e médica, mas também sobre o procedimento de resgate do transporte aeromédico com sua operacionalidade, envolvendo médicos, enfermeiros, socorristas, pilotos, e trazer todas estas pessoas para o ambiente acadêmico, proporcionando assim a discussão em um ambiente de aprendizado.

Para a Major Karla Lessa, que atuou recentemente nos resgates do desastre de Brumadinho (MG), a troca de experiências proporcionadas pelo evento serve para ratificar o trabalho diário de aeromédicos no Brasil. “Os resgates feitos por meio das aeronaves conseguem oferecer atendimento essencial para casos graves, de forma rápida e eficaz, o que faz uma grande diferença para um paciente em estado crítico. Em Brumadinho, isso teve uma importância ainda maior, pois haviam muitos locais de difícil acesso”, explica.

O valor arrecadado nas inscrições do CONAER foi doado para a construção do Erastinho, o primeiro hospital onco pediátrico do Paraná.

0 Comentários

Sem comentários

Post a comment